musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - MODA DE VIOLA - FABIO BRAZZA - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Moda de Viola letra


Se eu canto é porque o canto
É meu fogo minha fuga
Pois tem vezes que dói tanto que só o canto o pranto enxuga
Quando canto me agiganto
Planto rosa e tulipa
Entretanto se não canto
O encanto se dissipa

O meu canto é acalanto, é meu santo lenitivo
E se escrevo é porque devo, não preciso de um motivo
Se amanhã chegar meu dia, meu amigo eu te garanto
Como Paco de Lucia, morrerei na melodia
Pra viver em outro canto

Como uma adaga a rima é a faca
Que às vezes afaga e em outras ataca
Primeiro convida depois desacata
Às vezes da vida em outras te mata
Aumenta o volume pois meu verso une
Tonico e Tinoco com Jorge Cafrune
Um pouco de coco toada e repente
Falo o que meu povo sente
E como parte do costume
Minha vida se resume
Em cantar pra minha gente

Canto pra quem já não canta
Canto para os esquecidos
Pela voz dos oprimidos
Embargadas na garganta
Canto pra trazer auxilio
O meu canto é como a lua
É para todos na rua
Que admiram o seu brilho
Canto pra que a tristeza
Pelo menos diminua
Com amor em cada linha
Faço da sua dor a minha
E da minha dor a sua

No punhal de uma guitarra
Sob a influência antiga
Espero que eu consiga
Amenizar sua barra
O que o poeta narra
O meu coração me obriga
A transformar em cantiga
Como Violeta Parra
Canto até dar fadiga
Admiro a formiga
Mas prefiro a cigarra

Fabio Brazza - Letras

©2003 - 2018 - musicas.mus.br